06/04/11

uma pedra no caminho


~ 24 comentários: ~

ss says:
at: 06 abril, 2011 12:21 disse...

rui, gostei muito desta foto.
:)

Sweet says:
at: 06 abril, 2011 12:22 disse...

UAUU! Muito boa esta foto. O detalhe da pedra ficou magnífico, o céu estrelado também. Gostei bastante. Abraço

Luis Gomez says:
at: 06 abril, 2011 12:53 disse...

Excelente!

António Gallobar says:
at: 06 abril, 2011 13:07 disse...

Excelente foto, parabens pela definição alto grau de dificuldade.

Yanneck says:
at: 06 abril, 2011 15:24 disse...

Linda fotografia e, sobretudo, uma imagem muito difícil de captar.
Parabéns
Abraço

Ángel says:
at: 06 abril, 2011 15:31 disse...

Por fin una luz en el túnel ... Genial
Un abrazo

José Manuel Vilhena says:
at: 06 abril, 2011 18:16 disse...

Eh pá, esta é coisa séria.
Parabéns.
;)

mfc says:
at: 06 abril, 2011 19:08 disse...

Fiquei maravilhado...!
(O nosso cais norte)

alex. says:
at: 06 abril, 2011 19:49 disse...

uma pedra no caminho, q fez toda a diferença... a regra dos terços no seu expoente máximo... a luz na pedra esta linda... e o farol ao fundo... perfeito!

Mª Angeles y Jose says:
at: 06 abril, 2011 22:05 disse...

Preciosa nocturna, me gusta mucho se primer plano

besos

Bean Fely says:
at: 06 abril, 2011 22:30 disse...

uma pedra que não impediu, antes pelo contrário, que saísse uma excelente foto .... linda

IRIS says:
at: 07 abril, 2011 00:06 disse...

imagem meteórica... belíssima

Rute says:
at: 07 abril, 2011 00:27 disse...

Belíssima fotografia...até fiquei de boca aberta! Parabéns :)

Helder Ferreira says:
at: 07 abril, 2011 09:31 disse...

Usaste bem o flash ai. :) Deste destaque à pedra mas mantiveste o resto em cena. Gostei bastante!

AndreM says:
at: 07 abril, 2011 11:57 disse...

Este lugar daria uma série de fotos muito interessantes, apenas com ligeiras mudanças no enquadramento. Se te tivesses colocado ligeiramente mais à esquerda, o 'bico' da pedra poderia ficar em cheio no 'cruzamento' das linhas dos terços, ganhavas uma outra relação entre o primeiro plano e o farol no segundo plano... a diagonal feita pelo molhe iria perder impacto... mas penso que daria igualmente uma boa imagem.
Gostava de saber como fizeste a foto: tempo, foi tudo num só 'take' ou tens várias e depois fizeste 'colagem' hdr... etc

Remus says:
at: 07 abril, 2011 20:41 disse...

É um hdr?
Neste caso em especial, sinto a falta da informação exif...
:-|

A luz do farol e a pedra, lutam pela nossa atenção. O nosso olhar anda sempre a saltar entre esses dois elementos.
Se a profundidade de campo tivesse sido menor, o farol teria ficado desfocado, a luz manter-se-ia e penso que a fotografia resultaria melhor.

Sérgio Pontes says:
at: 07 abril, 2011 23:29 disse...

Está lindíssima, adorei

the dear Zé says:
at: 08 abril, 2011 00:10 disse...

eia que grande foto meu, sim senhor!

ñOCO Le bOLO says:
at: 08 abril, 2011 10:25 disse...


· Asombrado... una foto magnífica. Esa piedra, ocupando el primer término, centra la atención que después nos lleva al infinito.

· abraços

CR & LMA
________________________________
·

ci says:
at: 08 abril, 2011 12:54 disse...

uma pedra no caminho mas há luz ao fundo...

L.Reis says:
at: 08 abril, 2011 22:24 disse...

Isto de juntar a técnica à sensibilidade estética é um perigo! Há sempre o derradeiro risco de algo genial.
:)

João Mourão says:
at: 09 abril, 2011 16:15 disse...

Está perfeita. O controlo da luz para ter bem exposto forground e background não deve ter sido fácil por teres tirado a foto à noite, mas conseguiste isso. Parabéns pela excelente composição e técnica.

ruimnm says:
at: 09 abril, 2011 16:59 disse...

Primeiro quero agradecer a todos os vossos amáveis comentários.

Agora, respondendo a várias questões:

1. HDR? Não! e para dizer a verdade não aprecio muito, aliás nunca experimentei.
2. Luz de flash? Não! utilizei uma pequena lanterna para "pintar" a pedra de luz.
3. Não é uma colagem, como pergunta o AndreM: é uma fotografia de um "take" só.
4. Tempo: 15 segundos.
5. Quanto à profundidade de campo. Concordo com o Remus: teria ficado melhor com uma menor profundidade de campo. Porque não o fiz? Simples: a minha máquina compacta só me permite "controla-la" até aos 8 segundos (insuficiente aqui).
Mas eu disse 15 segundos!
Pois, ela tem uma funcionalidade pré-definida que é "fotografia de fogo-de-artifício", onde posso escolher 15 seg.; 30 seg. ou 60 seg., mas não me deixa escolher a abertura, está pré-definida. Então optei por colocar o foco na pedra do primeiro plano.

Espero ter respondido às vossas questões ;)

Nuno Sousa says:
at: 14 abril, 2011 22:44 disse...

Uma das tuas melhores fotos. Parabéns!

~ Enviar um comentário ~

+

Disto e Daquilo + popular do mês

Estes e Aqueles

Destes e Daqueles

Caixa de Arquivo

Siga por e-mail

Estes Que Gostam Disto

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.