03/06/09

Serralves em Festa'09 #1




~ 13 comentários: ~

alex says:
at: 03 junho, 2009 17:29 disse...

a primeira.. sem duvida... mais quente... ;)

Caçador says:
at: 03 junho, 2009 19:44 disse...

Que é isso, capturas com diferentes temperaturas de luz ou pós produção? Diria a primeira das opções (ou não é nada disso e estou a armar ao pingarelho).

Moço, olha aí para o lado direito: isso, sou eu todo equipado para a caça.

Até logo.

ruimnm says:
at: 03 junho, 2009 21:05 disse...

caçador: não é pós-produção. E temperaturas de luz diferentes? Explica. E estás no lado direito? Onde?

Caçador says:
at: 03 junho, 2009 21:55 disse...

Ok. À direita tens a "caixa" dos seguidores, tou lá eu.

Temperatura de luz ou cor, é uma escala que exprime a qualidade da cor e o conteúdo de uma fonte de luz. Esta escala é calibrada em graus Kelvin: - unidade de medida usada para medir a qualidade relativa das fontes luminosas que podem variar entre 2000ºK até mas de 10000º K.

Assim, nas imagens com iluminação artificial,nomeadamente interiores ou exterior com iluminação pública, a temperatura varia em função da fonte de iluminação. Lâmpadads de tungsténio: aproximadamente 3200K, fluorescentes apr. 4000K (luz do dia com sol: 5200K) e por aí.

Muitas máquinas permitem mudar para o tipo de luz: sol, nuvens, noite, interior, etc; e até (pelo menos as reflex) para fontes artificiais de luz com a indicação dos graus kelvin.

Ora acontece que as tuas fotos, a menos que tenham sido "pintadas" no photoshop ou outro editor de imagem, aparentam ser o resultado de diferentes posições no menu da máquina para diferentes tipos de luz. A tal temperatura.

Desculpa a seca e o excesso de didatismo se não era nada disto que perguntaste. Se era, ainda bem, fazes bem em perguntar.

Fica bem.

ruimnm says:
at: 04 junho, 2009 00:08 disse...

Eu nunca apanho secas quando estou a aprender, por isso é sempre bem vindo.

Bem, neste caso não foi tratamento de imagem posterior, nem mudança de tipo de luz na máquina.
Vamos ver se alguém lá esteve para nos dizer o que se passa com estas fotografias. Se não, depois eu digo (não tem mistérios...)

Quanto à caixa, não tinha reparado :( Thanks.

CR says:
at: 04 junho, 2009 16:32 disse...

Boa série, Rui. Gostei mesmo.
Obrigado pela tua visita e, a respeito do "presépio", é no Douro. Se tivesse usado uma distância focal menor, o rio apareceria em primeiro plano, tal como num outro registo anterior. Não sei exactamente o local mas fica a caminho de Resende, quem vai por Arouca.
Um abraço.

L.Reis says:
at: 04 junho, 2009 16:35 disse...

Gostei muito particularmente da primeira!

Yanneck says:
at: 04 junho, 2009 18:52 disse...

Serralves a cores...
pena estar tão longe.
Abraço

Jupp says:
at: 05 junho, 2009 09:07 disse...

Obrigado pela vistia ao meu blog. Bela sequência de Serralves, Parabéns

Remus says:
at: 06 junho, 2009 13:38 disse...

A presença do reflexo na água, fez toda a diferença. Tornou a fotografia mais atractiva visualmente e cria uma certa relação de interactividade.
Gostei das três versões. As diferentes cores, deve-se ao jogo de luzes que existia no local do "espectáculo". Estou errado?

ruimnm says:
at: 06 junho, 2009 14:14 disse...

Remus: é verdade, a realidade é mais simples do que parece, como já constatou o Caçador.
As diferentes cores deve-se, de facto, ao jogo de luzes, como dizes, que havia no local e eu esperei por cada uma...

Micha says:
at: 10 junho, 2009 17:30 disse...

Belissima idea e muito bem conseguida....gosto prinicipalmente da sua escolha na forma em que apresenta os diferentes cenarios ....a do meio e' minha preferida e funciona muito bem como ponte para as outras duas. Parabens!

josé de arimateia says:
at: 12 junho, 2009 04:50 disse...

antes de mais nada obrigado pelo comentário no meu blog.
achei este triptico bastante interessante... uma visão sobre a forma como a luz afecta e altera o espaço.

~ Enviar um comentário ~

+

Disto e Daquilo + popular do mês

Estes e Aqueles

Destes e Daqueles

Caixa de Arquivo

Siga por e-mail

Estes Que Gostam Disto

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.