30/08/09

Mikael Levin em exposição no Museu Berardo



As esperanças e decepções de quatro gerações de familiares do fotógrafo franco-americano Mikael Levin na Polónia, Portugal e Guiné-Bissau foram traduzidas em 160 imagens a preto e branco para a exposição Cristina's History

As fotografias - que podem ser vistas a partir de segunda-feira (31 de Agosto) no Museu Colecção Berardo - foram captadas entre 2003 e 2005, mas a história deste ramo da família judia do artista com uma forte ligação a Portugal, começa em meados do século XIX.
Mikael Levin, nascido em 1954 em Nova Iorque, onde reside, em entrevista à Agência Lusa a poucos dias da inauguração da exposição, explicou que as histórias dos vários membros da família «são uma metáfora para a modernidade».
O bisavô, Isuchaar Szwarc, vivia em Zgierz, na parte central da Polónia, e assistiu à transformação da vila medieval pela industrialização, mas viria a morrer durante o extermínio nazi; o filho mais velho, Samuel, instalou-se em Portugal e trabalhou como engenheiro de minas.
A filha, Clara, nascida em Lisboa, foi para a Guiné portuguesa em 1947 e participou no movimento anticolonialista, enquanto o filho, Carlos, manteve-se no país trabalhando na reconstrução pós-guerra colonial.
A história termina com Cristina da Silva-Schwarz, filha de Carlos, que Mikael Levin encontrou em 2003, na Guiné-Bissau, e que personifica a quinta geração da família.
Levin já tinha ouvido falar deste ramo da família - a mãe do fotógrafo viveu alguns meses na Figueira da Foz fugida da perseguição dos alemães durante a guerra - e sempre lhe pareceu que «encarnava essa fé positivista moderna na mobilidade e no progresso». (…)
Quarenta fotografias tiradas nos três países foram colocadas nas paredes da primeira sala de Cristin´as History, mas a totalidade está dispersa nas salas seguintes e é projectada nas paredes, em movimento, ao mesmo tempo que há um narrador, Carlos, a relatar a história da família.
Porém, Levin considera que o trabalho também é sobre ele, «indirectamente», embora o interesse da história, a seu ver, ultrapasse as biografias das várias pessoas envolvidas, e aponte para reflexões como a modernidade e as noções de tempo e espaço.
O fotógrafo apresentou o trabalho Notes from the Periphery em 2003, na Bienal de Veneza, e no mesmo ano, a Biblioteca Nacional de França consagrou-lhe uma exposição pessoal.
Cristina's History, que ficará no Museu Colecção Berardo até 08 de Novembro, é co-produzida com Le Point du Jour Centre d'art Éditeur, em França.
Fonte: Lusa / SOL
Fotografia: Mikael Levin

O sítio de Mikael Levin Aqui.
O sítio do Museu Berardo Aqui.

~ 4 comentários: ~

Caçador says:
at: 31 agosto, 2009 00:34 disse...

Vou lá com a Iguana, não sei porquê, gosta muito de ir ao CCB.

Carmem says:
at: 31 agosto, 2009 20:51 disse...

Oi

Vim agradecer a visita carinhosa!...
Te desejar uma semana boa!

Beijo

ana barata says:
at: 31 agosto, 2009 22:45 disse...

Uma vez mais, prestando um belo serviço a esta comunidade, dando informações de exposições interessantes.
Obrigada!

José Filipe says:
at: 31 agosto, 2009 23:23 disse...

Olá Ruimnm.
Parece ser uma exposição interessante, se calhar dou lá um salto, obrigado pela sugestão, muito bem explicada.
Tudo de bom, com os meus cumprimentos, até breve.
Um abraço.

José Filipe 31-08-2009

~ Enviar um comentário ~

+

Disto e Daquilo + popular do mês

Estes e Aqueles

Destes e Daqueles

Caixa de Arquivo

Siga por e-mail

Estes Que Gostam Disto

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.