09/07/14

a (des)ordem natural das coisas



~ 4 comentários: ~

João Menéres says:
at: 09 julho, 2014 19:34 disse...

Ou incompetência, Rui ?

Um abraço.

Remus says:
at: 10 julho, 2014 12:33 disse...

Li as tags e senti um "aperto" no coração. Não quero crer, que num monumento nacional, tenham recuperado/restaurado uma parede ou muro de azulejos desta forma.
Será que o "artista do restauro" queria copiar a arte decorativa de Gaudí?

Jane Gatti de Campos says:
at: 10 julho, 2014 22:52 disse...

Interessante... Ao ler os comentários, percebi que não atinei para o fato de ser uma parede recuperada. Vi como um conjunto, como uma obra de arte: imagino como a passagem do caos à ordem ou vice versa. Do ângulo superior esquerdo ao ângulo inferior direito há um movimento, um balanço de formas e cores que culmina com os ladrilhos em formação perfeita, correta, simétrica e talvez sem vida, sem a chama que movimenta aqueles acima. Abraços.

Marco C. says:
at: 14 julho, 2014 17:43 disse...

muito bom! visualmente até baralha o olhar

~ Enviar um comentário ~

+

Disto e Daquilo + popular do mês

Estes e Aqueles

Destes e Daqueles

Caixa de Arquivo

Siga por e-mail

Estes Que Gostam Disto

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.