02/06/11

Compravas uma máquina fotográfica por 1,32 milhões?



Uma máquina fotográfica de 1923, de uma série muito rara da marca Leica, foi leiloada pela Galeria Westlicht de Viena, na Áustria, por 1,32 milhões de euro, um valor recorde para este tipo de material.
A compra desta máquina, que é agora a mais cara do mundo e da história, ultrapassou e muito o valor do último recorde, que pertencia a uma máquina de 1839, uma das primeiras câmaras fabricadas comercialmente, arrematada no ano passado por 732 mil euros.

Até então, nunca uma máquina fotográfica tinha atingido um valor tão alto em leilão. O preço máximo de vendas era de cerca de 200 mil euros.

Segundo explicou a galeria, a máquina que se tornou a mais valiosa de sempre, “é o número sete de uma pequena série, de cerca de 25 peças, de câmaras fabricadas pela Leitz em 1923”, dois anos antes da introdução da marca oficial Leica.

A máquina leiloada terá sido ainda a primeira câmara a ser exportada, uma vez que os documentos mostram que foi enviada para Nova Iorque para registar a patente.

Antes do leilão se realizar, o valor de venda desta Leica estava entre os 350 mil e os 400 mil euros. Começou com uma base de licitação de 200 mil euros, acabando por ser rematada por 1,32 milhões de euros por um coleccionador privado asiático. Fonte: Público.

~ 6 comentários: ~

Wersemei says:
at: 02 junho, 2011 16:25 disse...

Una locura eso de las colecciones, la gente paga lo que sea por tener algo único.
Un saludo

Ángel says:
at: 02 junho, 2011 16:48 disse...

El coleccionismo no tiene límites, ¿quien puede poner un valor "real" a un objeto como este?
.... aunque por muy Leica que sea ...
Un abrazo

mfc says:
at: 02 junho, 2011 18:44 disse...

Todos estamos dispostos a fazer loucuras por uma ou outra coisa...!

Rute says:
at: 02 junho, 2011 19:19 disse...

Acho um disparate o dinheiro que se gasta em peças de colecção!... desculpa-me a franqueza... ;)

Helder Ferreira says:
at: 04 junho, 2011 11:52 disse...

Não, não dava esse dinheiro para a comprar, mas não me importava de pagar o bilhete de uma exposição que exibisse a câmara. :)

Nuno Sousa says:
at: 08 junho, 2011 22:10 disse...

não me importava era de a vender :)

~ Enviar um comentário ~

+

Disto e Daquilo + popular do mês

Estes e Aqueles

Destes e Daqueles

Caixa de Arquivo

Siga por e-mail

Estes Que Gostam Disto

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.