07/06/11

Cancro: toda a vida em fotografia



Imagem: Jamie Livingston. A última fotografia.

Jamie Livingston, um fotógrafo nova-iorquino que morreu de cancro no final dos anos 90, quando tinha 41 anos, registou a sua vida durante os 18 anos de duração da doença, tirando uma Polaroid diária ao seu quotidiano. Como forma de homenagem à sua obra, dois dos seus amigos publicaram todas as imagens online.

Foi a 31 de Março de 1979, quando já sabia da doença, que Jamie Livingston tirou a sua primeira Polaroid: um retrato da sua namorada Mindy Goldstein.

A sua missão de registo diário terminou seis mil fotografias depois, em Outubro de 1997, quando Livingston faleceu em casa vítima de cancro. Tinha acabado de fazer 41anos.

Antes de Livingston morrer, dois dos seus amigos mais próximos, Hugh Crawford e Betsy Reid, prometeram que as suas fotografias não iriam terminar fechadas para sempre em caixas de sapatos.

Recentemente, os dois amigos organizaram uma exposição em Nova Iorque e, em 2007, criaram um sítio na Internet onde colocaram todas as imagens destes 18 anos de vida de Livingstone.

Esta colecção é um retrato colorido e emocionante da vida do fotógrafo desde os seus 23 anos: as relações pessoais, a sua família, o casamento, e a luta contra o melanoma.

Mas é também um registo impressionante da cidade de Nova Iorque e da maneira como se transformou, mudando de uma cidade dura e perigosa, para uma metrópole brilhante.
Pode ver toda esta vida em imagens no sítio de Livingstone criado pelos amigos.
Fonte: BoasNotícias.pt

~ 5 comentários: ~

carlosré says:
at: 07 junho, 2011 20:31 disse...

Meu caro Ruimnm! não posso deixar de verter uma lágrima porque a "temática" tocou-me e porque me sinto um previlegiado, por neste momento poder estar a dizer algo sobre esta publicação. Uns livram-se outros não. Nestes percursos intermédios, entre o "estar" e "não estar" vivem-se momentos muito particulares, sente-se quem nos está próximo e distante. Louva-se sinceramente muitos profissionais que dão o seu coração por aquele(a) estranho(a) que sofre diante de seus olhos.
Este documento que nos mostras é enriquecedor. Trata-se de uma aula extensa e cativante da disciplina que é a "AMIZADE". Abraço

Helder Ferreira says:
at: 07 junho, 2011 21:03 disse...

Um tema que me é demasiado próximo e que deixou marcas... bem haja o senhor Livingston pela coragem de o documentar... pois é de coragem que se trata...

Sérgio Pontes says:
at: 07 junho, 2011 21:14 disse...

É impressionante de facto

Rute says:
at: 07 junho, 2011 23:05 disse...

infelizmente, estou na mesma situação que o Helder...

Cla Leal says:
at: 08 junho, 2011 13:34 disse...

Muito obrigada por compatilhar este trabalho... Estou acessando agora o site, mas certamente deve ser muito interessante!!!

~ Enviar um comentário ~

+

Disto e Daquilo + popular do mês

Estes e Aqueles

Destes e Daqueles

Caixa de Arquivo

Siga por e-mail

Estes Que Gostam Disto

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.