08/01/10

Senhor da Boa Fortuna



~ 27 comentários: ~

Angela Ladeiro says:
at: 08 janeiro, 2010 18:14 disse...

Com prazer...linda janela. Já agora...não sabia que a Maluda pintava janelas. Tenho um livro dela, mas de Quiosques. Por sinal muito belo. Um Bom Ano e um forte abraço.

Catarina says:
at: 08 janeiro, 2010 19:25 disse...

Curiosas fotografias...bonitos colores...un saludo.

carlosré says:
at: 08 janeiro, 2010 20:23 disse...

Que luz! Que cor! Ruas do povo e suas crenças.
Eu creio nesta luz e cor e sobretudo na teia da memória que esta(s) cidade(s) nos deixa(am).

Martina says:
at: 08 janeiro, 2010 20:46 disse...

Wonderful colours and light - where is the potato? ;-)

The windwow is amazing - like out of 1001 Arabian Nights.

Armindo C. Alves says:
at: 08 janeiro, 2010 20:49 disse...

Depois da última "grelada" e de um longo período de B&W, vem uma publicação a cores sobre arquitectura antiga, a revelar grandes pormenores de escultura arquitectónica.
Parabéns, também a cores.

Abraço, Rui.

Mª Angeles y Jose says:
at: 08 janeiro, 2010 21:01 disse...

Que rincon mas bonito , es precioso y la fotografia me parece genial.

Besos

14th Bird says:
at: 08 janeiro, 2010 21:50 disse...

Creo que coñezo o sitio, en Porto,non?
¿Sabes que foi do Santo?
Boas fotos, gostame a composición.
Saudos Rui

uminuto says:
at: 08 janeiro, 2010 22:29 disse...

cores e formas de encantar
um beijo e bom ano

Diego M. says:
at: 09 janeiro, 2010 01:52 disse...

Que hermosos y poderosos colores, me encanto este duo
Genial!

Saludos y mana!!

manuel nieto says:
at: 09 janeiro, 2010 08:38 disse...

bello color, impresionante, saludos

Ángel says:
at: 09 janeiro, 2010 09:31 disse...

Geniales, auténticamente geniales. Composición, luz y color, lo reunen todo

un abrazo

aa says:
at: 09 janeiro, 2010 12:39 disse...

Bonitos pormenores da arquitectura portuguesa! Gostei bastante da luz e das cores destas duas fotos!
Bom fim de semana!

Remus says:
at: 09 janeiro, 2010 13:43 disse...

Este pequeno canto, é um verdadeiro achado.
Não faço a mínima ideia em que zona do Porto é que isto fica (sei que deve ficar na zona histórica), mas fotograficamente é um local com grande potencialidade.
As tonalidades ficaram estupendas.

José Ricardo Costa says:
at: 09 janeiro, 2010 15:57 disse...

Belíssimas. Lembram-me cores orientais made National Geographic.
JR

mfc says:
at: 09 janeiro, 2010 17:01 disse...

Roubaram-no?!

Um conjunto perfeito!

ana barata says:
at: 09 janeiro, 2010 19:54 disse...

Parece que entretanto o senhor foi para outras paragens.... e deve ter levado a fortuna com ele, dado o estado em que os edifícios se encontram...
Belo retrato intimista do Porto.

Caçador says:
at: 10 janeiro, 2010 02:16 disse...

Há senhores para tudo, até para belas cores.
Por falar nisso, há algum padroeiro da fotografia?

Ricardo says:
at: 10 janeiro, 2010 09:34 disse...

Un tratamiento espectacular y una luz excelente.
Saludos.

ruimnm says:
at: 10 janeiro, 2010 13:14 disse...

Santa Verónica foi consagrada Padroeira dos fotógrafos pelo Bispo de Viana do Castelo, D. Armindo Lopes Coelho e o Bispo de Tui/Vigo, D. José Dieguez Reboredo, no dia 24 de Abril de 1994, integrado no l1º Congresso Ibérico e lV Nacional, dos Profissionais de Fotografia realizado em Viana do Castelo.
As palavras escritas do próprio D. Armindo Lopes Coelho e publicadas na imprensa:

"Os profissionais de Fotografia veneram santa Verónica como sua Padroeira. Quem é a Verónica ou Santa Verónica? A personalidade em causa é a daquela mulher que, segundo a tradição, apareceu no caminho de Jesus, na Sua Via-Sacra, Quando Ele ia, de cruz às costas, na direcção do Calvário. A piedade Cristã situa a Verónica na Vl estação da Via-Sacra, a limpar com uma toalha o rosto de Jesus.

Os comentadores dizem que nessa toalha ficou delineado o rosto de Jesus. O que porém merece ser realçado é o zelo daquela mulher em retocar o rosto sofredor de Jesus e retribuir-lhe a verdade da beleza que reflectia a sua bondade divina.
É esta Verónica, Santa Verónica, que os profissionais de fotografia veneram como padroeira."

Ana Lúcia says:
at: 10 janeiro, 2010 13:16 disse...

Todo o ambiente dourado... faz pensar em fortuna. ;)

Marco Reis says:
at: 10 janeiro, 2010 16:30 disse...

Rui
Gostei das cores e da perspectiva criada pelo corrimão da escada!
Abraço

alterdom says:
at: 10 janeiro, 2010 16:54 disse...

Oi Ruimnm,

estas fotos são lindas, é como estar em um irreal, em um conto ...

Caçador says:
at: 10 janeiro, 2010 18:10 disse...

É pá, pensava que verónica era uma faena ao touro, afinal é uma santa sem tourada. És mesmo uma fotoclopédia...

Abraço

João André Farinha says:
at: 13 janeiro, 2010 15:04 disse...

A luz destas fotos está fabulosa. Mas admito que "incomoda" ligeiramente que a foto da direita esteja ligeiramente torta. Mas está impecável, tirando esse pormenor que facilmente se resolve.

William Alexander López says:
at: 16 janeiro, 2010 15:59 disse...

Me gusta la luz de ambiente y la tonalidad de los colores, muy buenas
Abrazos

Víctor Manuel Pizarro says:
at: 19 janeiro, 2010 23:49 disse...

Una luz y unos colores intensos extraordinarios.

Parabéns, caro amigo Ruimnm.

Víctor

Photoblog says:
at: 20 fevereiro, 2012 17:36 disse...

Congratulations ruimnm,
This very interesting picture is among the winning pictures for the Orange challenge. Love all these shades and textures. Well done!

~ Enviar um comentário ~

+

Disto e Daquilo + popular do mês

Estes e Aqueles

Destes e Daqueles

Caixa de Arquivo

Siga por e-mail

Estes Que Gostam Disto

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.