03/11/09

O Fotógrafo Formidável


eusébio, o fotógrafo formidável
A propósito da exposição que retrata uma década da “Latada” - festa académica de Coimbra - (1957 a 1967), em diferentes ambientes, irei aqui falar do Fotógrafo O Formidável.
Esta exposição tem imagens seleccionadas do arquivo fotográfico d'O Formidável (Fernando Marques) existente na Imagoteca Municipal de Coimbra.
De acesso gratuito, o objectivo da exposição é convidar a população a (re)conhecer a “festa das latas” e a identificar pessoas e acontecimentos com mais de 50 anos. Estará patente na Casa Municipal da Cultura (Biblioteca Municipal) de Coimbra, até finais de Novembro de 2009.
Fernando Marques, cauteleiro de profissão, nasceu em Setembro de 1911 em Coimbra, cidade onde viveu até à morte, em 1996. Durante os seus mais de 80 anos de vida, vagueou por outras paragens, em Portugal e no estrangeiro, mas foi Coimbra — as suas gentes, os seus lugares, os seus objectos, os seus acontecimentos — que lhe arrebatou os instantâneos que para sempre o colocaram no podium da fotografia.
Não por acaso, numa reportagem publicada na revista do semanário “Expresso”, três anos após a sua morte, recorda o vereador Mário Nunes, Pedro Dordio chamava-lhe “o cronista de Coimbra” no século XX. “A um homem assim, não podia escapar a importância de um fenómeno chamado futebol, que se enraíza definitivamente na cidade, está a República a dar os seus primeiros passos. Ainda por cima, o Formidável adorava a modalidade e, como confessava o filho, José Alexandre Marques, era um louco pela Académica”.
Da Académica, admirava especialmente os seus jogadores, recorda ainda Mário Nunes. “De Toni, que conheceu quando, ainda muito novo, se transferiu do Anadia para a Briosa, transportava sempre uma fotografia na carteira — ‘É para estar mais perto do coração’, costumava explicar aos amigos”. Publicou fotos suas em vários jornais desportivos e nacionais, desde “A Bola” ao “Record”, mas também o “Diário de Notícias”, “Jornal de Notícias” ou a extinta “Época”. Da imprensa de Coimbra destacam-se, sobretudo, o “Diário de Coimbra” e o “Despertar”.
Era membro da Associação Internacional de Imprensa Desportiva (AIPS) e o sócio número 2 do Clube Nacional de Imprensa Desportiva (CNID).

Quem sabe o que retrata?
Há uma cidade que só ele vê
e é mais certo que só ele capta
o insondável.
Fotógrafo de Coimbra ele é
o Formidável.
Manuel Alegre
Foto: Fernando Marques, O Formidável, ao lado de Eusébio.
Mais sobre O Formidável Aqui.

~ 3 comentários: ~

R.Ferrari says:
at: 03 novembro, 2009 22:12 disse...

Grande registro. O fotografo não conhecia. Mas lembro do grande Eusebio.

mfc says:
at: 04 novembro, 2009 16:32 disse...

Não esqueço esta imagem no fim do jogo com a Inglaterra em 66...

José Carlos Marques says:
at: 05 novembro, 2009 01:51 disse...

Que história fantástica. Fiquei parvo, a ver o vídeo. Muito bom mesmo!

~ Enviar um comentário ~

+

Disto e Daquilo + popular do mês

Estes e Aqueles

Destes e Daqueles

Caixa de Arquivo

Siga por e-mail

Estes Que Gostam Disto

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.