24/06/09

Malick Sidibé vence PhotoEspaña09


E Isabel Muñoz recebe prémio carreira.

O Prémio PhotoEspaña Baume&Mercier 2009 foi entregue ao fotógrafo do Mali Malick Sidibé pelos seus retratos do quotidiano feitos durante as décadas de 1960 e 70. Para o júri, o prémio foi entregue a um fotógrafo com "qualidades excepcionais de retratista" que é já um dos mais célebres profissionais do sector em África.

O fotógrafo captou, através dos trabalhos feitos no seu estúdio, o Studio Malick, e nas ruas de Bamako, a capital do Mali, "um período importante da história africana, que foi uma etapa de emancipação, de revoluções culturais, de orgulho e de esperança no futuro", descreve ainda o júri de um dos mais importantes eventos da fotografia mundial.

O prémio consiste em 12 mil euros, na compra da sua obra e num troféu criado pelo pintor e artista gráfico Eduardo Arroyo.

Malick Sidibé foi já distinguido, no passado, com o Leão de Ouro da Bienal de Veneza, com o Prémio Hasselblad (Suécia) e do Centro Internacional de Fotografia de Nova Iorque. Com o prémio na PhotoEspaña deste ano, Malick Sidibé congratulou-se por poder ter "transmitido a mensagem de África a todo o mundo".

Também ontem foram divulgados os restantes prémios do PhotoEspaña 2009, entre os quais o galardão Bartolomé Ros para a melhor trajectória espanhola na fotografia, um prémio para a carreira de Isabel Muñoz, fotógrafa "valente e especial" nas palavras da responsável pelo prémio, Rosa Ros, em declarações ao diário espanhol ABC. O prémio Bartolomé Ros tem também um valor pecuniário de 12 mil euros.

Entre os restantes galardões do evento que este ano teve exposições em Madrid, Cuenca e duas mostras em Portugal, no Museu Colecção Berardo, contam-se o Prémio Festival Off Saab para a exposição Acidentes de Jin Shi (Galeria Magee), o Prémio do Público M2-El Mundo para a exposição Resiliência (Instituto Cervantes), o Prémio Descubrimientos PHE Epson para a fotógrafa mexicana Alejandra Laviada (que assim terá uma exposição na próxima edição do PhotoEspaña) e o Prémio Revelação para Carlos Sanva, o Prémio Valores Humanos para a fotógrafa Simona Ghizzoni pelo trabalho Odd Days. in Público. A notícia Aqui.

Foto: Malick Sidibé.

~ 2 comentários: ~

rouxinol de Bernardim says:
at: 25 junho, 2009 12:03 disse...

Excelente!

Anónimo
at: 29 junho, 2009 01:22 disse...

The "premio OjodePez de Valores Humanos" has to be unvalidatet! It does not respect the rules! Here is one the rules: Las fotografías NO PUEDEN HABER SIDO PUBLICADAS EN CONJUNTO PREVIAMENTE, ni formar parte de un libro, ni haber sido premiadas con anterioridad. And here are the prouve that the winner work does not match the rules: Odd days by Simona Ghizzoni on "Republica": http://www.repubblica.it/2006/05/gallerie/esteri/simona-ghizzoni/5.html Odd days by Simona Ghizzoni on "D": http://www.contrasto.it/content/view/146/30/lang,en/ This winner has to be disquilified!!!

~ Enviar um comentário ~

+

Disto e Daquilo + popular do mês

Estes e Aqueles

Destes e Daqueles

Caixa de Arquivo

Siga por e-mail

Estes Que Gostam Disto

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.